Fique por Dentro

Caixa Econômica libera saque do FGTS para contas ativas e inativas

Celular com a tela aberta no aplicativo do FGTS
Publicado em: 07/agosto/19   |   Autor: Laura Luz

 Na última segunda-feira (5), a Caixa Econômica Federal divulgou a liberação do saque do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), como previsto na Medida Provisória (MP) 889. 

O saque será de até R$500,00 e é válido para contas ativas e inativas. Caso o trabalhador tenha mais de uma conta, poderá sacar de cada uma delas o valor máximo estipulado.

Os valores serão liberados conforme a data de nascimento, com prazos específicos para cada mês. Os correntistas do banco poderão sacar a partir do dia 13 de setembro e os não correntistas, a partir do dia 18 de setembro.  A data limite para retirada será 31 de março de 2020.


Confira o calendário disponibilizado pela Caixa, de acordo com o mês de nascimento: 


Correntistas

O valor cairá automaticamente na conta poupança. 


Janeiro, fevereiro, março e abril - a partir de 13/09/2019 

Maio, junho, julho e agosto - a partir de 27/09/2019 

Setembro, outubro, novembro - a partir de 09/10/2019


Não correntistas

O saque poderá ser realizado nos caixas eletrônicos e casas lotéricas, mediante apresentação do CPF e do cartão cidadão. Outra opção é sacar na agência da Caixa, apresentando um documento original com foto e número do CPF.


Janeiro - a partir de 18/10/2019

Fevereiro - a partir de 25/10/2019

Março - a partir de 08/11/2019

Abril - a partir de 22/11/2019

Maio - a partir de 06/12/2019

Junho - a partir de 18/12/2019

Julho - a partir de 10/01/2020

Agosto - a partir de 17/01/2020

Setembro - a partir de 24/01/2020

Outubro - a partir de 07/02/2020

Novembro - a partir de 14/02/2020

Dezembro - a partir de 06/03/2020

O trabalhador que preferir não sacar o FGTS, deverá comunicar a Caixa a partir do dia 9 de agosto. 

Newsletter

Receba novidades, informações de cursos, palestras e outros eventos da Fundação 1º de Maio.
Todos os campos são obrigatórios.
2018 Fundação 1º de Maio. Partido Solidariedade. © Todos os direitos reservados.